quinta-feira, 5 de novembro de 2020

EElabs: uso sustentável de iluminação artificial na ilha do Corvo

 A ilha do Corvo será um laboratório de medição do brilho do céu e da poluição luminosa (medição com fotómetros, aparelhos autónomos), assim como, do impacto da poluição luminosa sobre a população adulta de cagarros na época de alimentação das crias, de modo, a verificar se as visitas às colónias neste período crítico são condicionadas pela iluminação pública da Vila do Corvo.

Fotómetros em teste nas Canárias

Estas ações decorrem no âmbito do projeto Interreg MAC EElabs e decorrerão simultaneamente na ilha da Madeira e nas Canárias. Uma vez que o Corvo tem características únicas, afinal tem apenas um "local crítico/foco luminoso" a Vila do Corvo, pretende-se responder à seguinte questão: Será a ilha do Corvo o Santo Graal das noites naturais na Macaronésia? Uma questão que esperamos responder até 2022 e que aguçou a curiosidade dos 60 corvinos presentes na apresentação pública do projeto.

Para ver a reportagem basta clicar https://fb.watch/1zGsBfQlxq/


Sem comentários:

Publicar um comentário