quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Estudo sugere nova subespécie de estapagado

A SPEA colaborou num estudo que agora foi publicado no Jornal of Avian Biology no qual se sugere uma nova subespécie de estapagado Puffinus puffinus canariensis ssp. nova. O estudo foi baseado no trabalho realizado no âmbito da Campanha SOS Estapagado de 2009 a 2019 na ilha do Corvo e também na ilha da Madeira, através da amostragem dos indivíduos desorientados pela poluição luminosa.  Tendo sido verificado que os estapagados das Canárias são diferentes das populações do "norte" (Corvo e Mallaig, Escócia), nomeadamente, reproduzem-se em períodos diferentes, na morfologia, plumagem, vocalizações e em termos genéticos, a plumagem é diferente, as vocalizações também o são e claro geneticamente! Sugerindo-se assim, uma nova subespécie para as Canárias.

Estapagado Puffinus puffinus juvenil salvo na ilha do Corvo após desorientação pela iluminação pública


Para terminar fica um agradecimento especial, em particular à Sandra Hervías, Bárbara Ambrós, Sérgio Marín, ao Parque Natural de ilha, em especial ao Rui Pimentel e a todos os que colaboraram para salvar estapagados!

Sons da Macaronésia na SIC

De 8 a 11 de setembro uma equipa da SIC acompanhou os trabalhos de aves marinhas do projeto Seabird Macaronesian Sound, SMS, ou como gostamos de lhe chamar...os Sons da Macaronésia um projeto complementar ao Projeto LIFE IP AZORES NATURA.


A equipa esteve connosco em prospecções e inclusive vivenciou connosco a experiência de ter o privilégio de partilhar momentos com as aves marinhas na sua "casa", nomeadamente o ilhéu da Vila, Santa Maria. Para os interessados segue a reportagem e para terminar fica um agradecimento especial ao Parque Natural de ilha, nomeadamente ao vigilante Jaime Bairós por nos acompanhar nas prospecções e ao Manta Maria por garantir como habitual que conseguimos entrar e sair do ilhéu de plena saúde!

Para seguir os projetos e ações que estamos a desenvolver:

https://www.facebook.com/groups/aves.marinhas.macaronesia.spea



quinta-feira, 10 de setembro de 2020

Já temos os vencedores do passatempo: Quantos priolos há no mundo?

Todos os anos, a SPEA coordena o Censo do Priolo, uma ave endémica da ilha de São Miguel. O censo decorreu durante os meses de junho e julho, onde foram monitorizados 158 pontos de contagem na ZPE Pico da Vara / Ribeira do Guilherme, área de distribuição desta ave. 

Os dados recolhidos e depois de tratados permitem-nos aferir o estado atual da espécie, a sua distribuição e estimativa populacional.

A estimativa populacional para 2020 é de 1064 priolos.

Muitos parabéns aos vencedores do passatempo:

1º Prémio: T-shirt do priolo - Sandrina Rodrigues

2º Prémio: Livro do priolo - Andrea Ferreira

3º Prémio: Pin do priolo - Dinis Leal da Silva


O nosso muito obrigada a todos os participantes, o Priolo agradece!

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Viveiros da SPEA renovados e prontos para os desafios do LIFE IP AZORES NATURA

Os Viveiros de Plantas Nativas localizados em Santo António de Nordestinho e criados no âmbito do projeto LIFE+ Terras do Priolo estão a ser renovados para poder dar saída ao grande número de plantas nativas que serão necessárias para os trabalhos de restauro de habitat previstos no projeto LIFE IP AZORES NATURA, que começou em 2019. 





Um dos primeiros trabalhos realizados foi a construção de uma nova estufa de sombra para substituir a antiga de madeira e que ao longo do tempo foi-se degradando. Desta vez, e para que este problema não voltasse a acontecer, encomendou-se uma estrutura pré-fabricada em túnel de aço galvanizado. 

                     

A montagem foi feita pela equipa operacional da SPEA, mas uma estrutura de 240m2 teve os seus desafios. Inicialmente efetuou-se o nivelamento do terreno com o apoio da retroescavadora, seguidamente a colocação de uma base/alicerces para que os arcos do túnel estivessem todos no sítio certo. Este foi o trabalho mais moroso e teve que ser meticuloso para assegurar a durabilidade da estrutura. 

                      


                       

Seguidamente levantaram-se os arcos da estrutura e fixaram-se, com o apoio da retroescavadora, este trabalho tornou-se muito mais simples. Seguidamente, colocaram-se as calhas, cruzetas para que a estrutura ficasse o mais segura possível.

Finalmente, a estrutura foi coberta por uma rede de sombra. Para fazer este trabalho foi necessário o envolvimento de toda a equipa operacional já que uma rede de 24m x 18m é uma rede pesada e tinha de ficar bem esticada.

                          

                           

                            

Foi um trabalho exigente, mas superado com distinção pela equipa operacional. Agora os nossos viveiros têm muito mais espaço para receber as plantas que depois irão ser plantadas na ZPE Pico da Vara/ Ribeira do Guilherme e no SIC Serra da Tronqueira / Planalto dos Graminhais".

 


PRIMEIROS JUVENIS DO ANO APARECEM NO CAP

Já estão aqui: a nova geração de Priolos 2020!! 

E não tivemos de ir muito longe para observa-los pois eles apareceram no Centro Ambiental do Priolo (CAP). Todos os dias da semana passada um juvenil alimentava-se nos arredores do Centro. As técnicas da SPEA no CAP conseguiram fotografar e filmar este indivíduo, sendo que mais tarde, voltou a aparecer acompanhado de outro juvenil e um adulto. 


Os avistamentos serão registrados no nosso mapa de avistamentos 2020. 

E você já viu este ano juvenis do Priolo? Se vir algum juvenil envie um email para centropriolo@spea.pt

Será que ficaram curiosos em saber o que se passa no Centro Ambiental? Visite-nos na Reserva Florestal de Recreio da Cancela do Cinzeiro, Pedreira, Nordeste.

Ps: este juvenil foi batizado como Alfredo! Mas agora que apareceram dois, está difícil saber qual é o verdadeiro Alfredo. 

Fotos de Lilly Schott




CAP volta a receber visitantes de várias nacionalidades

Na passada semana o Centro Ambiental do Priolo (CAP) recebeu diversos visitantes de diferentes nacionalidades, nomeadamente da Hungria, Portugal Continental e também população Local. 


Muitos deles nunca tinham ouvido falar ou visto um Priolo. Com a visita ao nosso Centro Ambiental ficaram a conhecer mais sobre esta ave única no mundo e todo o trabalho de conservação que tem vindo a ser feito para a sua conservação. 

Ficamos com a certeza de que quando regressarem a casa, estes visitantes irão ajudar a divulgar a importância do trabalho de conservação que se está a fazer neste cantinho do oceano Atlântico. 

Obrigada a todos pela vossa visita!



Entrevista CM Canadá no Centro Ambiental do Priolo

No passado Domingo foi transmitido no canal de Televisão Correio da Manhã para o Canada e Bermuda, no âmbito do programa Açores em Destaque, uma entrevista realizada no Centro Ambiental do Priolo ao coordenador da SPEA Açores, Rui Botelho. 


A entrevista destaca os trabalhos realizados pela SPEA para a conservação do Priolo e do seu habitat. Para além disso, é também destacada a importância do Centro Ambiental na divulgação do trabalho da SPEA e que oferece um olhar mais aprofundado a todos os visitantes que por lá passam. 

                            

Fica o convite para verem a ENTREVISTA e assim ficarem a conhecer melhor este Centro e o trabalho da SPEA. 

Esperamos por si, visite-nos!