quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Monitorização da Ribeira do Guilherme: Controlo dos efeitos da recuperação da floresta Laurissilva

No âmbito do projeto LIFE+ Terras do Priolo, a Ribeira do Guilherme está a ser monitorizada com o intuito de se mitigar os impactos decorrentes da recuperação da floresta Laurissilva num gradiente altitudinal de vegetação, na Serra da Tronqueira. A monitorização consiste no estudo da erosão das encostas adjacentes, análise de parâmetros físico-químicos de qualidade de água, avaliação através de índices fluviais e caracterização da comunidade biológica.


Relativamente ao estudo da erosão, parcelas de sedimentos com estacas graduadas foram afixadas no solo das encostas, para se comparar a perda de solo entre áreas intervencionadas e áreas de controle. Um pluviômetro, instalado próximo à área monitorizada, permitirá relacionar a erosão com o regime de chuvas. Devido à localização das parcelas de sedimentos, que consistem em áreas com grandes declives, a monitorização está a ser realizada com recurso a técnicas verticais. Além da leitura das estacas, amostras de solo estão a ser periodicamente recolhidas para análises em laboratório (granulometria, matéria orgânica, pH e densidade aparente).



De acordo com os critérios estabelecidos pela Diretiva Quadro da Água, a comunidade biológica da Ribeira do Guilherme está a ser monitorizada para dois grupos funcionais: macroinvertebrados bentônicos e diatomáceas. A análise da comunidade biológica, juntamente com as análises físico-quimicas, será útil para comparar a qualidade da água nos períodos anterior e posterior aos trabalhos de recuperação da floresta Laurissilva. A monitorização abrange também outras duas ribeiras da Serra da Tronqueira, que estão a ser utilizadas para efeitos de comparação. Através do estudo comparativo entre as ribeiras será possível desenvolver uma análise mais precisa do efeito causado pela intervenção na comunidade biológica.


A monitorização da Ribeira do Guilherme corresponde a uma ação específica do projeto Life+ Terras do Priolo e será útil para avaliar a recuperação dos serviços ecossistêmicos da Ribeira do Guilherme a partir das ações de recuperação da vegetação da floresta Laurissilva.

Sem comentários:

Publicar um comentário