quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

X Jornadas do Priolo decorreram em Ponta Garça

As X Jornadas do Priolo tiveram lugar no passado dia 11 de dezembro na Escola Básica Integrada de Ponta Garça. Nesta edição houve um pouco de tudo: cinema, apresentação de trabalhos de alunos e os resultados de projetos de conservação. O vasto programa destas Jornadas visou informar e aproximar a população escolar da Natureza dos Açores, o seu valor e a importância da sua conservação. 


A X edição das Jornadas do Priolo foi organizada pela SPEA no âmbito do Projeto Life+ Terras do Priolo, em parceria com a Escola Básica Integrada de Ponta Garça e contou com a participação de mais de 170 alunos, do 4ª ao 8º ano, passando pelos diversos programas educativos existentes naquela instituição.


As jornadas contaram com contribuições de diversos técnicos da SPEA apresentando alguns resultados dos diversos projetos de conservação coordenados pela SPEA nos Açores. Este evento contou também com a participação do Observatório Microbiano dos Açores (OMIC) e da empresa Tradicampo, reunindo assim uma diversidade de temas para aproximar o público em geral, em especial as camadas mais jovens, dos valores naturais a conservar no arquipélago dos Açores e do conceito de sustentabilidade e desenvolvimento. 

Com inicio às 9h15, a abertura ficou a cargo do coordenador do Projeto LIFE+ Terras do Priolo, Joaquim Teodósio, que agradeceu a disponibilidade da Escola para receber este evento. às 9h30 deu-se inicio às apresentações com Ruben Coelho a falar sobre o trabalho desenvolvido pela SPEA para a proteção do Priolo. Foram apresados também os trabalhos realizados com os cagarros no Ilhéu de Vila Franca do Campo e os alunos visionaram vídeos das Curtinhas que fazem parte do Festival CineEco de Seia.


A parte de manha terminou às 13h com um workshop sobre as plantas endémicas da Floresta Laurissilva, levado a cabo por Filipe Figueiredo e intitulado "Laurissilva, produzindo nativas". De tarde foi a vez do OMIC apresentar o mundo microbiano das Furnas seguido da apresentação "Uma casa sustentável" pela da empresa Tradicampo.


Este ano, as Jornadas tiveram uma componente de intercâmbio com a participação de uma turma do 6º ano da Escola Básica e Secundária da Povoação, que para além de participar nas jornadas,  expôs os seus trabalhos de EVT no âmbito da reutilização.


A SPEA agradece a todos pela participação e pela disponibilidade demonstrada.

Sem comentários:

Publicar um comentário