quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Formação sobre o serviços dos ecossistemas e TESSA em São Tomé e Príncipe

No final do mês de novembro, Azucena de la Cruz, co-coordenadora da SPEA-Açores, esteve em São Tomé e Príncipe a colaborar com o projeto ECOFAC IV, do qual a SPEA, é parceira com uma formação para técnicos de entidades governamentais e ONGs (OIKOS, BirdLife África e Fundação Príncipe) sobre avaliação de serviços dos ecossistemas e TESSA - Toolkit for Ecosystem Service Site-Based Assessment.







A formação envolveu trabalho em sala de aula e visitas de estudo para identificar impactos e ameaças ao Parque Natural e realização de exercícios com teste de metodologias simples para conhecer o uso que as comunidades dão aos seus recursos naturais.


A avaliação dos serviços dos ecossistemas do Parque Natural d´Obô pretende contribuir para a gestão sustentável tanto desta área protegida como da sua área tampão. Nesta área tampão existem várias comunidades que dependem para a sua subsistência da exploração dos recursos naturais do seu entorno e alguns destes usos são realizados de maneira não sustentável com impactos significativos na biodiversidade e na conservação do Parque. Identificando os serviços dos ecossistemas e os usos que as comunidades realizam poderá ser mais fácil promover um uso sustentável do território compatível ou até que favoreça a conservação da área protegida.



Esta colaboração será continuada em 2020 com a realização de uma Avaliação Rápida dos Serviços dos Ecossistemas do Parque Natural d'Obô em São Tomé e no Principe junto da associação OIKOS.

Sem comentários:

Publicar um comentário