quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Projeto Herbário Comunitário promove atividade com portadores cartão 60+

Na passada sexta-feira, 17 de setembro, foi realizada uma atividade de recolha de plantas e explicação do processo de curadoria para o projeto do Herbário Comunitário, projeto-piloto "Mão em mão" financiado por Azores 2027 (candidatura de Ponta Delgada - Açores a Capital Europeia da Cultura) em parceria com a CRESAÇOR (Cooperativa Regional de Economia Solidária).

A atividade foi realizada para os portadores do cartão 60+ da Câmara Municipal do Nordeste e consistiu numa visita ao Centro Ambiental do Priolo (CAP). Embora as condições climatéricas não tenham permitido a visita ao jardim de endémicas, foram recolhidas algumas partes representativas de plantas e foi explicado o processo de curadoria necessário para a realização do herbário. 


Os idosos escolheram plantas, falaram da sua própria experiência com elas, desenharam, escreveram anedotas e até cantaram para alegrar o dia de chuva. No total participaram nesta atividade 9 idosos, 2 acompanhantes, 2 turistas espanhóis.

Esta atividade teve como objetivo principal poder divulgar o património natural dos Açores, envolvendo a comunidade no processo do trabalho técnico de recolha das amostras de plantas.

O nosso muito obrigada à Câmara Municipal do Nordeste pelo apoio e aos participantes pelo seu entusiasmo.

terça-feira, 21 de setembro de 2021

#Mudar por um Oceano mais Azul na Povoação

#Mudar por um Oceano mais Azul, é o lema da campanha de sensibilização para a redução do lixo marinho lançada este ano pela SPEA nas suas redes sociais. E foi no âmbito do projeto Interreg MAC Oceanlit que a SPEA lançou o desafio à Camara Municipal da Povoação para que incentivasse os banhistas e  utilizadores das zonas balneares da Povoação a mudar para contribuir para um oceano mais limpo.

Assim ao longo da época balnear 2021, foram realizadas em parceria com  a SPEA várias ações de sensibilização nas praias de bandeira azul do concelho e ontem foram colocados cartazes de sensibilização com informações sobre o lixo marinho e como todos podemos contribuir para a sua redução. 
Cartaz #Oceanlit colocado à saída da Praia dos Pelames, Povoação

A mudança é simples e parte de cada um de nós alterar pequenos hábitos, repensar as nossas escolhas, reduzir o nosso consumo, reutilizar materiais, dizer não ao uso de plástico descartável e não à embalagem excessiva. Para começar, por exemplo, quando for ao supermercado pode utilizar sacos reutilizáveis, como aqueles que têm sido distribuídos nas ações de sensibilização do projeto.


Sacos reutilizáveis, uma alternativa aos sacos de plástico @Ana Mendonça

Vamos #MudarPorUmOceanoMaisAzul e desta forma manter as nossas praias assim:
Praia dos Pelames, Povoação @Ana Mendonça
Praia do Fogo, Ribeira Quente @Ana Mendonça

A SPEA agradece o apoio da Câmara Municipal da Povoação em mais esta iniciativa que nada mais é que um passo em frente para sensibilizar os seus munícipes para um problema que nos afeta a todos e ao ecossistema marinho no geral e em especial as aves marinhas dos Açores. 


8º edição da BirdRace Azores está quase aí

 A 8º edição da BirdRace Azores está quase a começar ! E estão todos convidados a observar aves no arquipélago dos Açores. 

Esta é uma iniciativa com organização da SPEA em parceria com o website Aves dos Açores que irá decorrer no fim-de-semana de 2 e 3 de outubro e em 2021 conta com o patrocínio da empresa Amazing Azores. 

E como em anos anteriores, este evento junta-se às comemorações do Fim-de-semana Europeu da Observação de Aves - Eurobirdwatch, cujo foco se centraliza sobre a importância da conservação dos habitats para as espécies de aves migradoras.

Ao longo das 7 edições desta BirdRace já participaram mais de 150 participantes. E para participar é muito simples, basta escolher a sua equipa, percorrer a sua ilha e tentar observar o máximo de espécies de aves possível. Desta forma, poderá ganhar prémios fazendo observação de aves e contribuirá para o aumento do registo das observações de espécies de aves no arquipélago no fim-de-semana de 2 e 3 de outubro. 

Não percas tempo, Participa!


Regulamento 

Inscrições de Equipas

Cartaz


quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Censo de Milhafres: resultados já online

Já estão disponíveis os resultados do Censo de Milhafres/Mantas 2021. Este projeto, coordenado pela SPEA desde 2006, resulta numa das iniciativas mais importantes de Ciência Cidadã para ambos os arquipélagos, sendo que este ano participarem 149 voluntários. 

Foto: Olivier Coucelos

Graças ao contributo destes voluntários, foi possível estimar a população de mantas (Buteo buteo harterti) no arquipélago da Madeira em 337 aves; enquanto que no arquipélago dos Açores, estima-se que a população atual de milhafres (Buteo buteo rothschildi) seja de 2 995 aves. 


Só é possível obter um volume de informação tão elevado quando os cidadãos se envolvem num projeto e dão o seu contributo à ciência, como tem sido o caso nesta iniciativa.

Pode consultar os resultados pormenorizados do relatório do censo no site da SPEA 


Vencedores “Quantos priolos há no mundo?”

Todos os anos, a SPEA coordena o Censo do Priolo, uma ave endémica da ilha de São Miguel. O censo decorreu durante os meses de junho e julho, onde foram monitorizados 158 pontos de contagem na ZPE Pico da Vara / Ribeira do Guilherme, área de distribuição desta ave. 

Foto: Ruben Coelho


Os dados recolhidos e depois de tratados permitem-nos aferir o estado atual da espécie, a sua distribuição e estimativa populacional.

A estimativa populacional para 2021 é de 985 priolos.


Gráfico com a progressão da população de priolo



Muitos parabéns aos vencedores do passatempo:

1º Prémio: T-shirt do priolo - Alexandre Gonçalves Roque

2º Prémio: Livro do priolo - Hélio Batista

3º Prémio: Pin do priolo - Carmo Noronha


O nosso muito obrigada a todos os participantes, o Priolo agradece!

quinta-feira, 26 de agosto de 2021

SPEA colabora em projeto de Herbário Comunitário

A SPEA Açores irá colaborar no projeto de criação de um Herbário Comunitário, submetido pelo técnico Bruno Márquez, arquiteto chileno, ao programa-piloto Mão em Mão no âmbito da candidatura "Azores 2027" de Ponta Delgada a Capital Europeia da Cultura. O objetivo é aprofundar o conhecimento sobre a flora nativa e endémica dos Açores e, desse modo, divulgar o património natural do arquipélago, a partir do Nordeste, em São Miguel. A proposta conta com o envolvimento da SPEA e da Câmara Municipal do Nordeste.

Este projeto tem como principal objetivo aprofundar o conhecimento sobre a flora nativa e endémica dos Açores, como uma forma de divulgar o património natural do arquipélago. Esta proposta contém uma etapa da elaboração do conhecimento e outra da divulgação do mesmo. 

O projeto propõe a elaboração de um Herbário Comunitário para a SPEA, através do trabalho de campo e a recolha dos espécimes, como uma via para a construção e a formalização do conhecimento a partir da própria experiência e relação com o território. 




A equipa de trabalho que integrará a realização deste herbário é Bruno Márquez, Arquiteto, Naturalista e Diretor do projeto, Yasmin Redolosis, Bióloga e especialista encarregada da área botânica do projeto, e Daniel Foley, Técnico Audiovisual encarregue da área da comunicação do projeto. O projeto também inclui o apoio e a colaboração da SPEA, entidade que ajudará com alguns materiais, comunicação e espaços para desenvolver o trabalho, e a Câmara Municipal do Nordeste, que facilitará uma sala para realizar a exposição final do projeto. 

Esta proposta surgiu a partir da vontade de conhecer o território e poder introduzir dinâmicas ecológicas e estratégias de coabitação com a biodiversidade, através de propostas que sejam elaboradas em contextos naturais. Para isso, torna-se fundamental poder alargar o campo do conhecimento, quer isto dizer, conhecer o território e quais são as suas relações ecossistémicas para poder projetar e habitar de forma mais sustentável. 

Ante esta mudança de paradigma é imprescindível este tipo de iniciativas e projetos que promovam trabalhos interdisciplinares e em conjunto com a comunidade, para poder aumentar a sensibilidade e o conhecimento na comunidade que habita nesse lugar. 

Isto é importante porque compartilhamos o mesmo espaço com a natureza e dependemos dessas relações e serviços ambientais, pelo que é fundamental criar um sentido de pertença nos habitantes com o seu próprio património cultural e natural do qual são partícipes, enquanto organizam o seu espaço e criam relações com seu território.

Saiba mais AQUI

Visitantes do CAP registam primeiros priolos juvenis em agosto

O priolo, ave endémica da zona este da ilha de São Miguel, é uma espécie de ave que foi em tempos um dos passeriformes mais ameaçados da Europa.  Por este motivo o seu sucesso reprodutor é monitorizado anualmente pela SPEA no âmbito das ações do projeto LIFE IP Azores Natura

O priolo inicia a sua época de reprodução a meados do mês de junho até finais de agosto, sendo esta uma altura favorável à observação de casais de priolos adultos. Os primeiros juvenis de priolo (facilmente identificáveis, pois têm a cabeça castanha e não preta como os adultos) surgem a voar com os adultos em meados de Julho, sendo mais frequentemente observados ao longo do mês de agosto e setembro pelos visitantes das Terras do Priolo (Concelhos do Nordeste e Povoação). Fazem com frequência a delicia de quem os observa e são um testemunho importante do sucesso reprodutor da espécie.

O Centro Ambiental do Priolo, aberto ao público de terça a sábado nos meses de verão,  mantém um registo anual regular de observações de priolo, compiladas pelos seus visitantes no Mapa de Observações de Priolo


Imagem 1 e 2 - Priolo Juvenil registado no dia 19 de agosto por Gonçalo Viana, na RFR da Cancela do Cinzeiro.

É com grande entusiamo que informamos que os primeiros registos de priolos juvenis pelos visitantes do Centro Ambiental do Priolo para o Mapa de Avistamentos de Juvenis de Priolo foram realizados em agosto. A primeira observação de priolos juvenis foi a 3 de agosto por Ai Kimoto (embora sem registo fotográfico) na Reserva Florestal de Recreio da Cancela do Cinzeiro. O primeiro registo fotográfico de juvenis foi efetuado mais tarde a 19 de Agosto por Gonçalo Viana, uma fotógrafo amador com grande interesse na observação de aves que visitou os Açores à descoberta da sua Avifauna e que após uma visita ao Centro Ambiental do Priolo teve a oportunidade de observar vários priolos, entre eles um juvenil. 

A SPEA agradece a partilha e convida a todos a partilhar as suas observações de priolo através do preenchimento do formulário.